Chamada para Submissão dos Dossiês da Revista Transversos: Dossiê N. 23 - O futuro do passado: desafios para o ensino da História nas escolas numa perspectiva global

Os vetores que atravessam o mundo contemporâneo são bons indicadores dos processos sociais que continuarão a fazer parte das principais agendas ligadas à educação e, em especial, ao ensino da História. Temas relativos às desigualdades sociais, às questões étnico-raciais, às tensões religiosas e ao presentismo fazem parte das preocupações atuais e, ao que tudo indica, continuarão a fazer parte da agenda de debates de historiadores, educadores e cientistas sociais nos próximos anos. Aliado a isso, percebe-se uma significativa pluralidade de tendências epistemológicas e metodológicas no campo da História. Desde o marxismo, passando pela hermenêutica, por tendências pós-estruturalistas; entre propostas curriculares críticas, pós-críticas ou decoloniais, não se pode saber bem ao certo se chegaremos a uma síntese possível ou a novos paradigmas hegemônicos no que se refere ao desenvolvimento das ciências preocupadas com a educação. 

É precisamente em relação a esse mundo desconhecido, a esse futuro tornado uma incógnita a que esse dossiê propõe buscar respostas. Quais são os principais desafios para o ensino de história na escola, ao desenvolvimento do pensamento histórico nos alunos e aos métodos para se ensinar a história de forma mais atraente e eficaz? Esse dossiê é, também, um espaço de experimentação e ensaio, que possibilite se pensar o ensino da História escolar a partir dos mais diferentes campos, matizes e propostas.

Organizadores,

Marc-André Éthier (Professeur titulaire, Faculté des Sciences de l’Éducation, Université de Montréal – UdeM).

Guilherme Moerbeck (Professor Adjunto, Departamento de História, Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ).

David Lefrançois (Professeur au Département des sciences de l'éducation à l’Université du Québec en Outaouais – UQO).