PAVANA PARA VINTE INFANTES MORTOS: CINQUENTA FALÁCIAS QUE NÃO RESSUSCITAM DEFUNTO

Adriana Facina, Mariana Vedder, Carlos Palombini

Resumo


Em resposta a declarações de Valdimir Safatle sobre a música urbana, são apresentadas críticas de Theodor Adorno à vanguarda musical, uma genealogia dos eixos fundamentais da análise Safatle, e vícios de seu discurso. Seguem-se propostas para uma poética de escuta das música da diáspora africana.

Palavras-chave


Música popular urbana; Funk carioca; Hip hop; Diáspora africana

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/tecap.2016.21401

Apontamentos

  • Não há apontamentos.