O SAMBA-CANÇÃO: A ELOQÜÊNCIA DE UM GÊNERO MUSICAL

Regina Meirelles

Resumo


A canção pode ser considerada o núcleo de todas as formas musicais. Sua origem remonta à Antiguidade, quando teria começado como uma forma de onomatopéia, evoluindo ao longo da História. No Brasil, a primeira forma de canção popular evidencia-se com a modinha, em 1775, por intermédio de Domingos Caldas Barbosa, que estrutura a canção de características românticas e sentimentais que vai constituir a base do samba-canção. Esse gênero foi uma criação de compositores ligados ao teatro de revista do Rio de Janeiro e surgiu em 1928, com a composição Ai. Ioiô, de Henrique Vogeler e Luiz Peixoto, interpretada pela atriz Araci Cortes. O sucesso dessa música transformou o samba-canção ou samba de meio de ano – evidência da incompatibilidade do novo gênero com a animação carnavalesca – no maior êxito de vendagem nacional. Firmou-se nos anos 40 e 50 como herdeiro natural da modinha seresteira, desvinculado das “origens africanas”, portanto mais próximo de um model identitário de canção européia. É a partir do samba-canção que, no final dos anos 50, surge a bossa-nova e a sofisticada moderna canção brasileira


Palavras-chave


SAMBA-CANÇÃO; MODINHA; LINHA MELÓDICA

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.