UM CARNAVAL FORA DA LISTA: QUANDO A IDENTIDADE É CRIADA PARA O MERCADO

Edson Leite, Maria Cristina Caponero, Simone Perez

Resumo


DOI: http://dx.doi.org/10.12957/tecap.2010.12028

Este artigo busca compreender como a dinâmica de mercado interfere na prática do carnaval do Rio de Janeiro (Brasil), um dos mais conhecidos no mundo, que fica fora da Lista de obras-primas do patrimônio oral e imaterial da humanidade, da Unesco, diferente do carnaval de Oruro (Bolívia), de Barranquilla e de Negros e Brancos (ambos na Colômbia).


Palavras-chave


CARNAVAL, PATRIMÔNIO IMATERIAL, FESTAS POPULARES.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/tecap.2010.12028

Apontamentos

  • Não há apontamentos.