ARAUTOS DA FOLIA: ARTE E ELEGÂNCIA NAS COMISSÕES DE FRENTE DAS ESCOLAS DE SAMBA DO RIO DE JANEIRO (1960-1980)

Elizeu de Miranda Corrêa

Resumo


DOI: http://dx.doi.org/10.12957/tecap.2011.10432

Este artigo tem como objetivo recuperar questões relacionadas à função das atuais comissões de frente das escolas de samba do Rio de Janeiro, que vivenciaram transformações relevantes entre as décadas de 1960 e 1980. Aborda as relações do papel principal exercido por esses grupos no desfile com funções equivalentes às dos arautos da Idade Média. Nessa perspectiva busco compreender os processos de produção de memória, seleção e esquecimento em relação a sua função no contexto das atuais comissões de frente e o eterno embate entre as propostas ditas tradicionais e modernas, justificando rupturas e permanências.


Palavras-chave


ESCOLA DE SAMBA, COMISSÃO DE FRENTE, ARAUTO, VELHA GUARDA.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/tecap.2011.10432

Apontamentos

  • Não há apontamentos.