AS MULHERES NAS LETRAS DAS MARCHINHAS CARNAVALESCAS (1930-1940)

Ronald Clay dos Santos Ericeira

Resumo


DOI: http://dx.doi.org/10.12957/tecap.2013.10218

Identificando nas composições de Lamartine Babo, de Braguinha e de Ari Barroso visões sociais sobre as mulheres no Rio de Janeiro nas décadas de 1930 e 1940, o texto insere as letras das marchinhas carnavalescas como lugar privilegiado para o entendimento de uma parcela do pensamento social brasileiro no período getulista.


Palavras-chave


MARCHINHA; MULHERES; COMPOSITORES; RIO DE JANEIRO.

Texto completo:

PDF HTML


DOI: https://doi.org/10.12957/tecap.2013.10218

Apontamentos

  • Não há apontamentos.