AS CIDADES FRONTEIRIÇAS NA AMÉRICA DO SUL: POLÊMICAS E CONFLITOS COM O CENTRO OESTE BRASILEIRO

Ana Rita Fidelis de Oliveira, Rita de Cássia Martins Souza

Resumo


As áreas transfronteiriças possuem um papel singular perante as intensas transformações produtivas advindas do chamado movimento globalizantes. A questão das fronteiras é tema de grande interesse em função da complexidade das relações envolvidas entre os Estados Nacionais, seja pelas interações entre cidades fronteiriças, pela mobilidade entre as populações, pelas relações de conflito ou cooperação. Perante tais transformações o trabalho enfoca as mudanças em que sofreu a definição e o papel das fronteiras, e os limites, linhas imaginárias reconhecidas internacionalmente pelos países a fim de proteger o Estado e sua soberania. Os limites entre o Brasil e seus vizinhos (a Bolívia e o Paraguai, mais particularmente) permite-nos entender os relacionamentos entre esses países e as problemáticas que as circundam.  Na sequência é feita uma breve análise do papel da interação, integração e os processos de mobilidade e fluidez na faixa de fronteira brasileira, analisando a influência da globalização e a unicidade do desenvolvimento econômico entre os Estados, em contrapartida o contato entre as comunidades na zona de fronteira.


Texto completo:

67 - 87


DOI: https://doi.org/10.12957/tamoios.2014.7269

ISSN: 1980-4490

Periódicos Capes Resultado de imagem para logotipo biblioteca nacional