OS "PEQUENOS" E A CIDADE: O PAPEL DA ESCOLA NA CONSTRUÇÃO DO DIREITO À CIDADE

Maria Tereza Goudard Tavares

Resumo


O presente artigo constitui um estudo qualitativo de cunho etnográfico e participativo sobre as possibilidades educativas da cidade contemporânea, no contexto sociocultural de uma escola pública do bairro Jardim Catarina, vinculada à rede municipal de educação de São Gonçalo, no Estado do Rio de Janeiro. As suas questões centrais consistiram em investigar e problematizar a cidade no contexto escolar, buscando, através de uma investigação cúmplice, complexificar a tríade escola/cidade alfabetização numa perspectiva emancipatória que colocou em discussão o direito à cidade como pressuposto de uma cidadania para os sujeitos escolares. O estudo justifica-se pela centralidade da cidade como espaço social de práticas educativas, um livro de espaços potencialmente ensinante de um outro ethos de conviviabilidade social, cabendo portanto, aos sistemas escolares interagir na e com a cidade, visando não somente dilatar a face pública e culturalmente ensinante da metrópole como, também, investigar os seus impactos na subjetividade dos pequenos em São Gonçalo. Nesse sentido, o artigo defende que o direito à cidade se inscreve não somente como uma luta dos pequenos escolares pelo acesso aos seus equipamentos socioculturais, mas, sobretudo, pela perspectiva de se discutir e refletir com os sujeitos escolares uma cidade mais democrática, menos excludente, mais humanizada pela fruição amorosa e responsável de sua gente.
Palavras-chave: cidade; escola; direito à cidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/tamoios.2008.652



ISSN: 1980-4490

Periódicos Capes Resultado de imagem para logotipo biblioteca nacional