TERRITÓRIO E MUDANÇA: CONTRIBUIÇÕES DA PROFESSORA JÚLIA ADÃO BERNARDES NO ESTUDO SOBRE O AGRONEGÓCIO NO BRASIL

Catia Antonia da Silva

Resumo


O presente artigo intenciona fazer a reflexão sobre o agir científico e o trabalho de formação de pesquisadores para o tema do agronegócio, efetuado pela professora Doutora em Geografia Júlia Adão Bernardes. A professora atua neste campo desde 1993, quando coordenou o estudo sobre a modernização agrícola no Brasil. Bastante versátil na sua relação entre ensino e pesquisa, ministra uma série de disciplinas que contribuem no entendimento sobre os conceitos de modernização, técnica, relações de poder e formas de reprodução das hegemonias, tendo como foco de investigação os setores: cadeia carne-grãos e sucroenergético.  No presente artigo, a finalidade é divulgar o papel da pesquisadora e professora no fortalecimento da pesquisa cientifica geográfica sobre o tema do agronegócio no Brasil, contribuindo na elaboração de estratégias de organização de rede de estudos que fomentam produções acadêmicas, ementas de disciplinas dos cursos de geografias das universidades públicas nos estados de atuação dos impactos do agronegócio no Brasil e orientações de jovens pesquisadores. O exercício, efetuado de forma crítica e atualizada, acaba por contribuir na luta da visibilidade dos problemas da expansão da modernização agrícola na história dos lugares. As mazelas e impactos nas histórias dos lugares e das regiões são elementos que a Geografia tem assumido o compromisso de dar visibilidade, e Júlia Bernardes tem um papel protagonista importantíssimo na revelação desse modelo de modernização agrícola no território brasileiro

Texto completo:

7-20


DOI: https://doi.org/10.12957/tamoios.2022.64322

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

ISSN: 1980-4490

Periódicos Capes Resultado de imagem para logotipo biblioteca nacional