AS GEOTECNOLOGIAS NA IDENTIFICAÇÃO DE FATORES INFLUENCIADORES DA VULNERABILIDADE DA DISSEMINAÇÃO DA COVID-19: UM ESTUDO DE CASO NA FASE DE REABERTURA DO MUNICÍPIO DE NITERÓI

Vitor Hugo Chagas do Vale, Thiago dos Santos Leal, Luize de Oliveira Ferraro Mello, Ricardo Marinho Soares Braz

Resumo


Este artigo tem como objetivo demonstrar os resultados obtidos com a aplicação de ferramentas geotecnológicas para a realização de algumas análises espaciais relacionadas à disseminação dos casos covid-19 na cidade de Niterói (RJ) tendo em vista a flexibilização das medidas de isolamento social praticadas neste município. O desenvolvimento desta pesquisa foi estruturado com base em pesquisa documental do site da Prefeitura de Niterói, levantamento de dados espaciais abertos como número de covid-19 casos por bairro entre 15/06/2020 a 27/07/2020, localização de espaços públicos e espaços privados com grande potencial para aglomeração e também localização de aglomerados subnormais. Por fim, foi realizada uma análise da interface entre as variáveis analisadas e a proliferação de covid-19 no período de tempo definido para esta pesquisa. Como resultado, após reabertura entre 22/06/2020 até 29/06/2020, constatou-se que o número de casos aumentou em 39% em relação ao período anterior. Foram registrados 394 casos novos no bairro de Icaraí, local com maior número de contaminações no município de Niterói. Esses casos se concentraram em áreas com grande densidade de locais religiosos, praças públicas, hospitais, parques urbanos e também áreas próximas as comunidades. Portanto, é possível concluir que a reabertura pode ter impactado no aumento da vulnerabilidade à infecção.Este artigo tem como objetivo demonstrar os resultados obtidos com a aplicação de ferramentas geotecnológicas para a realização de algumas análises espaciais relacionadas à disseminação dos casos covid-19 na cidade de Niterói (RJ) tendo em vista a flexibilização das medidas de isolamento social praticadas neste município. O desenvolvimento desta pesquisa foi estruturado com base em pesquisa documental do site da Prefeitura de Niterói, levantamento de dados espaciais abertos como número de covid-19 casos por bairro entre 15/06/2020 a 27/07/2020, localização de espaços públicos e espaços privados com grande potencial para aglomeração e também localização de aglomerados subnormais. Por fim, foi realizada uma análise da interface entre as variáveis analisadas e a proliferação de covid-19 no período de tempo definido para esta pesquisa. Como resultado, após reabertura entre 22/06/2020 até 29/06/2020, constatou-se que o número de casos aumentou em 39% em relação ao período anterior. Foram registrados 394 casos novos no bairro de Icaraí, local com maior número de contaminações no município de Niterói. Esses casos se concentraram em áreas com grande densidade de locais religiosos, praças públicas, hospitais, parques urbanos e também áreas próximas as comunidades. Portanto, é possível concluir que a reabertura pode ter impactado no aumento da vulnerabilidade à infecção.

Texto completo:

4-15


DOI: https://doi.org/10.12957/tamoios.2020.55746



ISSN: 1980-4490

 Resultado de imagem para logotipo biblioteca nacional     Portal de Periódicos da CAPES