ANÁLISE ESPACIAL DOS MOVIMENTOS DE MASSA EM NOVA FRIBURGO/RJ: O CASO DO DESASTRE NATURAL DE JANEIRO DE 2011

Gustavo Medeiros de Pinho, Cristiane Nunes Francisco, Carla Maciel Salgado

Resumo


Em janeiro de 2011, a região serrana do Estado do Rio de Janeiro vivenciou uma grande catástrofe natural, quando chuvas torrenciais caíram em poucas horas, deflagrando inúmeros movimentos de massa e inundações. Neste trabalho foram analisadas as relações espaciais entre as cicatrizes dos movimentos de massa, o uso e cobertura da terra, a declividade, as linhas de drenagem (linhas de convergência de águas) e os topos de morros no bairro de Córrego D’Antas, localizado no município de Nova Friburgo. Por meio de mapeamentos empregando técnicas de geoprocessamento, verificou-se que as cicatrizes de movimentos de massa tiveram grande ocorrência nas classes de declividade acima de 30%, de vegetação arbórea, de faixa marginal de linhas de drenagem e de topos de morro.


Texto completo:

16 - 27


DOI: https://doi.org/10.12957/tamoios.2013.5355



ISSN: 1980-4490

Periódicos Capes Resultado de imagem para logotipo biblioteca nacional