A RELAÇÃO ENTRE O TRABALHO DOS CATADORES DE MATERIAIS RECICLÁVEIS DA REDE DE RECICLAGEM DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E A MANUTENÇÃO DA INDÚSTRIA DE RECICLAGEM

Uilmer Rodrigues Xavier da Cruz

Resumo


O espaço capitalista é constituído a partir das relações sociais que, traduzidas segundo uma lógica de produção, circulação e acúmulo de capital, do consumo e da exploração de força de trabalho, instituem-se em relações de trabalho que centralizam ou marginalizam os sujeitos, fragmentando a sociedade em classes. Esta reflexão corresponde a um olhar específico acerca de uma das categorias de trabalho que compõe a lógica capitalista; a catação de materiais recicláveis, como os sujeitos que compõem esta prática: os catadores. Para tanto, o objetivo deste trabalho é o de compreender qual a relação entre o trabalho de catação realizado pelos catadores de material reciclável da rede de reciclagem do Rio de Janeiro e a manutenção da indústria de reciclagem do Estado. Neste sentido, buscamos destacar os conceitos de espaço e rede e a correspondência destes conceitos com este fenômeno, em que os trabalhadores envolvidos são pilares fundamentais com seus papéis e práticas laborais. Embora não se possa afirmar que a presente proposta concentra-se em uma ‘única’ verdade a respeito deste fenômeno, busca-se colaborar enquanto uma das possíveis análises a respeito do trabalho de catação intrínseco à Indústria de Reciclagem e, por sua vez, à lógica capitalista, a partir de uma abordagem Geográfica.


Palavras-chave


Espaço; Rede; Catadores de Materiais Recicláveis; Indústria da Reciclagem

Texto completo:

117-142


DOI: https://doi.org/10.12957/tamoios.2020.43890



ISSN: 1980-4490

 Resultado de imagem para logotipo biblioteca nacional     Portal de Periódicos da CAPES