REALIDADE VIRTUAL E GEOGRAFIA:O CASO DO GOOGLE CARDBOARD GLASSES PARA O ENSINO

Phillipe Valente Cardoso, Kairo da Silva Santos

Resumo


A realidade virtual torna-se mais presente na vida das pessoas e suas aplicações  tem conquistado  distintos  segmentos,  a exemplo  do ensino  em sala de aula. Essa inovação  tecnológica  tem alto custo de implementação, carecendo de iniciativas de baixo custo para ampliar o acesso a um maior número de  pessoas.  O  objetivo  deste  estudo  é  analisar  a  viabilidade  do  uso  da tecnologia de realidade virtual como ferramenta didática para o ensino de Geografia. Como metodologia foi utilizado o Google Cardboard Glasses, junto a um smarthphone e o aplicativo CardBoard disponível na GooglePlaystore, vídeos 360º no YouTube e o Google StreetView.  Dentre os resultados  encontrados  destacam-se  uma maior imersão do Google  Earth 3D, disponível  no CardBoard,  em um ambiente  tridimensional  simulado  da superfície  terrestre;  uma grande quantidade  de lugares  disponíveis  no Google StreetView possibiltando à realização  de “trabalhos  de campos  virtuais”;  e a possibilidade  de, através dos vídeo 360º, inserir o aluno em fenômenos que não poderiam ser observados por fotos ou ambientes simulados até então estáticos do Google Earth 3D. Foi possível  perceber  um enorme  potencial  da realidade  virtual no ensino  de Geografia,  com alternativas  de baixo custo permitindo  ao professor e aos alunos, processos  de ensino mais dinâmicos e atrativos.


Texto completo:

137-148


DOI: https://doi.org/10.12957/tamoios.2015.19925



ISSN: 1980-4490

 Resultado de imagem para logotipo biblioteca nacional     Portal de Periódicos da CAPES