Caminhos e descaminhos dos gêneros textuais no ensino de Língua Portuguesa

Denise Brasil Alvarenga Aguiar

Resumo


Discussão dos diálogos entre teorias advindas dos estudos da linguagem nos meiosacadêmicos e o ensino de língua portuguesa na educação básica a partir de reflexão tanto dacentralidade dos gêneros textuais nos PCNs quanto de suas possibilidades reais de efetivaçãonas escolas, particularmente as da rede estadual do Rio de Janeiro, regidas pelos “CurrículosMínimos”. Problematização da declarada proximidade entre os Currículos Mínimos e osParâmetros Curriculares Nacionais de Língua Portuguesa, a partir de instrumental teóricobakhtiniano. Considerações acerca do sentido político e pedagógico da opção por matrizesteóricas e adoção de estratégias de controle, no interior de políticas de avaliação dedesempenho. Breve análise de problemas teóricos, metodológicos e práticos do CurrículoMínimo de Língua Portuguesa, tomando como exemplo conteúdos previstos para o 7º ano deescolaridade.


Palavras-chave


Gêneros textuais. Ensino de Língua Portuguesa. PCN. Currículos Mínimos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/soletras.2013.7817

Licença Creative Commons

SOLETRAS online - ISSN 2316 8838

Revista do Departamento de Letras

Faculdade de Formação de Professores da UERJ

Rua Dr. Francisco Portela, 1470 - Patronato - São Gonçalo - RJ

Cep: 24435-005 - e-mail: soletrasonline@yahoo.com.br