Manuel Bandeira camufla Blaise Cendrars

Eduardo Coelho

Resumo


Análise da recepção crítica de Blaise Cendrars no Brasil. Exame mais minucioso darecepção da obra de Blaise Cendrars por Manuel Bandeira, quando são examinadas cartas,crônicas e poemas do escritor recifense. Considerações a respeito da poética cendrarsiana,com ênfase nas suas transformações mais notáveis dos anos 1910 aos anos 1920.Levantamento de características da poética cendrarsiana notáveis na obra de Oswald deAndrade e de Manuel Bandeira. Observação da tentativa de “rasura” da presença de BlaiseCendrars na poética bandeiriana. DOI 10.12957/soletras.2013.7316

Palavras-chave


Poesia. Modernismo. Manuel Bandeira. Blaise Cendrars.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/soletras.2013.7316

Licença Creative Commons

SOLETRAS online - ISSN 2316 8838

Revista do Departamento de Letras

Faculdade de Formação de Professores da UERJ

Rua Dr. Francisco Portela, 1470 - Patronato - São Gonçalo - RJ

Cep: 24435-005 - e-mail: soletrasonline@yahoo.com.br