Posição responsável na língua que ensino/aprendo: análise da relação do professor de inglês com as aulas (de inglês) em um curso de formação continuada

Valdeni da Silva Reis

Resumo


O presente trabalho objetiva investigar os efeitos de sentido mobilizados por professores de língua inglesa (LI) participantes de um projeto de formação continuada, de uma universidade federal do estado de Minas Gerais. De modo mais específico, estaremos focados na análise de deslocamentos discursivos/subjetivos oriundos de sua participação em aulas de LI ministradas por duas americanas bolsistas Capes/Fulbright, em um dos módulos do projeto. Com apoio principalmente nos construtos teóricos em torno da responsabilização e do posicionamento discursivo/subjetivo, serão analisados relatos escritos pelos professores, no intuito de explorar o modo como eles significam essa experiência, (re)significando sua prática e seu modo de nela se posicionar como professor/a de língua inglesa. Resultados indicam que as aulas de LI oferecidas no projeto convocam o professor a um complexo processo de responsabilização e (re)posicionamento.

Palavras-chave


Educação continuada para professores de língua inglesa. Professores de língua inglesa. Responsabilização. Posição discursiva. Deslocamentos subjetivos/discursivos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/soletras.2018.32330

Licença Creative Commons

SOLETRAS online - ISSN 2316 8838

Revista do Departamento de Letras

Faculdade de Formação de Professores da UERJ

Rua Dr. Francisco Portela, 1470 - Patronato - São Gonçalo - RJ

Cep: 24435-005 - e-mail: soletrasonline@yahoo.com.br