COVID-19: IMPACTO NO MERCADO DE HORTALIÇAS E FRUTAS

Fernanda de Paiva Badiz Furlaneto, Anelisa de Aquino Vidal Lacerda Soares, Laura Badiz Furlaneto

Resumo


Objetivou-se analisar as consequências mercadológicas da quarentena no setor de hortaliças e frutas. Dada a relevância do tema COVID-19, optou-se por apresentar as características gerais da doença para posteriormente debater sobre alimentos seguros, os efeitos do isolamento social para contenção do avanço do coronavírus sobre a cadeia produtiva de hortaliças e frutas e as novas formas de comercialização. Utilizou-se para coleta dos dados a revisão integrativa da literatura e levantamento de campo. Os resultados foram apresentados na forma descritiva com ênfase no Estado de São Paulo, Brasil. Verificou-se que o consumo de hortaliças e frutas, quando corretamente, manuseadas, é seguro, não apresentando riscos à saúde. Notou-se redução no consumo no atacado e varejo em torno de 32% do volume total comercializado. Novas formas de comercialização tendem a minimizar os prejuízos do setor. Os diferentes agentes da cadeia de produção sofreram impactos econômicos que comprometerão a produção à curto e médio prazo. Há necessidade de suporte de ações governamentais para evitar o desabastecimento de várias mercadorias do setor.


Palavras-chave


SARS-CoV-2; Pandemia; Setor Hortifruti; Alimento Seguro; Comercialização; Aspectos Mercadológico

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/ric.2020.50463

Direitos autorais 2020 Fernanda de Paiva Badiz Furlaneto, Anelisa de Aquino Vidal Lacerda Soares, Laura Badiz Furlaneto


 

ISSN: 2316-7041 | Indexada em:

 

Licença Creative Commons

A Revista Internacional de Ciências está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.