ESTUDO PRELIMINAR DA COMUNIDADE DE COLEÓPTEROS DE POTENCIAL FORENSE, COLETADOS EM CARCAÇA DE SUÍNO EXPOSTA EM FRAGMENTO DE MATA ATLÂNTICA NO MUNICÍPIO DE SALVADOR - BAHIA

Patrícia Pereira Fonseca, Fernanda Maria Pamponet Cordeiro, Daniele Santos Lopes, Favizia Freitas De Oliveira, Torriceli Souza Thé

Resumo


Coleoptera é a segunda ordem de maior importância forense. Quando os corpos são encontrados nos estágios avançados de decomposição, esses insetos são a principal ferramenta na estimativa de Intervalo Pós Morte. O objetivo deste trabalho foi conhecer a coleopterofauna que habita carcaça de vertebrado ao longo do processo de decomposição, apontar as famílias de maior importância forense, conhecer seu comportamento biológico e padrão de sucessão neste evento. Foram abordados aspectos sobre ocorrência, sucessão e bionomia dos coleopteros ao longo das fases de decomposição cadavérica. O experimento foi realizado em um fragmento de Mata Atlântica de janeiro a dezembro de 2009. A cada estação um porco doméstico (Sus scrofa) com 18kg era sacrificado e exposto até o final da decomposição. Utilizou-se como armadilhas para captura dos insetos, uma estrutura de ferro revestida por um tecido branco e seis recipientes tipo pitffas. As coletas foram realizadas durante 51 dias de cada estação, sendo que diariamente nos primeiros 31 dias e alternadamente nos dias subsequentes. Trogidae, Staphylinidae, Scarabaeidae e Histeridae, foram as familias consideradas mais representativas. Este trabalho é um estudo preliminar, necessitando de mais estudos que possam dar informações mais precisas a respeito do comportamento desses animais.

Palavras-chave


Coleoptera; entomologia forense; decomposição; diversidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/ric.2020.50002

Direitos autorais 2020 Patrícia Pereira Fonseca, Torriceli Souza Thé, Favizia Freitas De Oliveira, Fernanda Maria Pamponet Cordeiro, Daniele Santos Lopes


 

ISSN: 2316-7041 | Indexada em:

 

Licença Creative Commons

A Revista Internacional de Ciências está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.