CONCEITUALIZANDO PROFISSIONALIZACÃO ENTRE OS PROFESSORES DE ADULTOS NO CONTEXTO EUROPEU

Marcella Milana, Oleksandra Skrypnyk

Resumo


Como em outros campos de trabalho, a profissionalização na educação de adultos está sendo afetado por rápidas mudanças sociopolíticas; diferentemente, porém, desmembrar o conceito de profissionalização na educação de adultos é mais complexo devido à própria amplidão do campo e às suas peculiaridades. Esta contribuição revê modelos tradicionais de profissionalismo através das lentes de uma perspectiva de ‘profissionalismo funcional’. Ao fazê-lo, o principal argumento das autoras é que não é apropriado conceituar a educação de adultos como uma profissão ou um campo profissional tout court. Existem diversas ocupações no campo da educação de adultos que se posicionam ao longo de um continuum. Consequentemente, as autoras sugerem que a profissionalização entre os praticantes da educação de adultos deveria ser avaliada à luz do conhecimento sobre as teorias do aprendizado adulto que esses praticantes possuem, da epistemologia ética que guia o comportamento deles e do grau de confiança dos aprendizes adultos, mais que por uma visão restrita da ocupação específica que eles detém.

DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2016.25023


Palavras-chave


profissionalismo; profissionalização; educação de adultos; professores de adultos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/teias.2016.25023

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional