O EXERCÍCIO DO FILÓSOFO: A EXPERIÊNCIA DA SOLIDÃO E OS LIMITES DA LINGUAGEM NO LIVRO VII DA REPÚBLICA DE PLATÃO

Glória Maria Ferreira Ribeiro

Resumo


Resumo

Trata-se de compreender a experiência da filosofia, em sua íntima relação com o acontecimento da verdade, a partir das leituras realizadas por Heidegger da “Alegoria da Caverna”, presente no livro VII da República de Platão. No cerne dessa discussão está em pauta a questão sobre a relação entre educação e liberdade. Na tentativa de compreendermos a natureza da experiência filosófica, é que estaremos lançando mão, ao longo da escrita desse ensaio, das preleções de Heidegger que datam do semestre de inverno de 1933/34, notadamente a primeira parte que se constitui em uma interpretação da ”Alegoria da Caverna”. Igualmente estará em pauta o escrito de 1931/32 intitulado A teoria platônica da verdade, desse mesmo autor.

Palavras-chave: Educação, liberdade e linguagem

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional