A EDUCAÇÃO ONTOLÓGICA: UMA POSSÍVEL RELAÇÃO ENTRE EDUCAÇÃO E ARTE, A PARTIR DO PENSAMENTO DE MARTIN HEIDEGGER

Fernado Mendes Pessoa

Resumo


Resumo

A tarefa do pensamento de Heidegger é recolocar a questão da verdade do ser em sua relação com a essência existencial do homem, a fim de promover uma superação da indigência de nosso tempo. Essa indigência consiste tanto no obscurecimento do mundo, quanto na despotenciação do espírito. Antes de ser a certeza de um juízo correto, para Heidegger a verdade é um acontecimento fundamental de nosso ser, o que ele caracterizou com o termo “descobrimento”. Com esse novo horizonte de compreensão, Heidegger indica que a arte é uma instância privilegiada para o acontecimento da verdade. A partir desta compreensão heideggeriana de verdade e arte, o propósito deste texto é mostrar uma possível relação entre educação e arte, concebendo a educação ontologicamente como transformação do homem.

Palavras-chave: verdade, arte e educação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional