A OFICINA DO OLHAR – A ABORDAGEM HISTÓRICO-CULTURAL NA CONSTRUÇÃO DE UMA PEDAGOGIA DOS MUSEUS: O EXEMPLO DO M|I|MO – MUSEU DA IMAGEM EM MOVIMENTO DE LEIRIA, PORTUGAL

Jochen Dietrich

Resumo


O m|i|mo, Museu da Imagem em Movimento, nasceu em 1995, por ocasião de uma exposição comemorativa dos 100 anos do Cinema em Portugal. É uma iniciativa da Câmara Municipal de Leiria, cidade capital de distrito no centro de Portugal. A sua coleção contempla três áreas: a fotografia, o pré-cinema e o cinema, criando um percurso que vai desde o teatro de sombras até a tecnologia atual de projeção cinematográfica, passando pela câmera obscura, a lanterna mágica, a fotografia estereoscópica, os brinquedos ópticos e a cronofotografia.
Este texto baseia-se no projeto desenvolvido para os serviços educativos do m|i|mo – Museu da Imagem em Movimento, cuja fundação se deve a uma iniciativa da Câmara Municipal de Leiria, cidade capital de distrito localizado na região centro de Portugal. Atualmente, o m|i|mo está saindo da sua primeira fase de instalação, quando foram criados uma coleção dedicada à história e pré-história do cinema, um centro de documentação com material ligado à história das exibições cinematográficas em Portugal e uma biblioteca temática, que se encontra à disposição dos pesquisadores, das escolas e da população em geral. No presente texto serão apresentados, de forma sintetizada, os guidelines (perspectivas orientadoras) do trabalho pedagógico que vem sendo desenvolvido pelo serviço educativo do m|i|mo, sua fundamentação teórica e algumas atividades já realizadas.

Palavras-chave


Vygotsky; teoria da atividade; serviços educativos dos museus

Texto completo:

Texto completo [PDF]

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional