LAS AUTOBIOGRAFÍAS, MEMORIAS Y DIARIOS COMO FUENTE HISTÓRICO-EDUCATIVA: TIPOLOGÍA Y USOS

Antonio Viñao

Resumo


O recente interesse histórico e literário pelas autobiografias, memórias e diários e outros textos auto-referenciais se manifesta, entre outros aspectos.pela crescente publicação de trabalhos de classificação, catalogação e análises destes textos. Neste artigo se procura estabelecer uma tipologia provisória daqueles que oferecem um interesse histórico-educativo (memórias, diários de infância, adolescência e juventude, de viagens, de educadores, professores e alunos, e admisnistrativos e institucionais) assim como algumas propostas de sua utilização no âmbito historiográfico.

Palavras-chave


autobiografías; memorias; fuentes histórico-educativas

Texto completo:

Texto completo [PDF]

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1518-5370 [impresso] • 1982-0305 [eletrônico]
Teias, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação – ProPEd/UERJ
Qualis/Capes - A2 (2017/2018) 
DOI: 10.12957/teias

 

Licença Creative Commons

Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional