Aspectos culturais em um dicionário pedagógico

Paola Baccin

Resumo


Resumo: Nesta apresentação objetiva-se apresentar alguns dos resultados de uma pesquisa que verificou o papel das informações de caráter cultural e o tratamento dessas informações em um dicionário pedagógico bilíngue. Na aula de língua, entre as várias ferramentas de que dispõe o professor, duas têm caráter mais permanente e exigem um investimento financeiro mais significativo por parte dos alunos: o livro didático e o dicionário, sendo o dicionário a ferramenta que conduz o aluno à autonomia e que, mesmo ao final do curso, continuará a ser uma fonte de consulta. Para o público, para os profissionais do idioma, para o aluno já formado e que atua no mercado de trabalho como especialista há uma grande variedade de dicionários, resultado de longa tradição lexicográfica. Observa-se também que, no sentido da compreensão, o aluno conta com várias ferramentas, inclusive em formato eletrônico. No sentido da produção textual, no entanto, constata-se que há uma lacuna e é nessa direção que acreditamos poder contribuir a partir da elaboração de um dicionário específico para a produção de textos em língua italiana. O dicionário para aprendizes não pode prever todos os ruídos de comunicação entre falantes de duas línguas, mas, ao apresentar alguns modelos, explicita as diferenças, informa o aluno sobre a existência de dificuldades, colabora para a formação do seu repertório cultural e aumenta a sua competência comunicativa intercultural.

Palavras-chave: Cultura. Dicionário pedagógico. Dicionário bilíngue. Produção textual.

Abstract: In questa presentazione si pretende di presentare alcuni dei risultati di una ricerca que ha verificato il ruolo delle informazioni di carattere culturale e il trattamento delle informazioni in un dizionario pedagogico bilingue. Nella lezione di lingua, tra i vari strumenti a disposizione del professore, due hanno carattere più permanente e richiedono un investimento finanziario più significativo da parte degli studenti: il manuale didattico e il dizionario, essendo il dizionario lo strumento che conduce l’alunno all’autonomia che, anche alla fine del corso, continuerà ad essere fonte di consultazione. Al pubblico, ai professionali di lingue, allo studente già laureato e che attua nel mercato di lavoro come specialista esiste una grande varietà di dizionari, risultato di lunga tradizione lessicografica. Si osserva inoltre che, nel senso della comprensione, lo studente conta su vari strumenti, inclusi quelli in formato elettronico. Nel senso della produzione testuale, però, si osserva che vi è un divario ed è in questa direzione che crediamo di poter contribuire con l’elaborazione di un dizionario specifico per la produzione di testi in lingua italiana. Il dizionario per apprendisti non può prevedere tutti i rumori di comunicazione tra parlanti di due lingue, ma, presentando alcuni  modelli, esplicita le differenze, informa lo studente sull’esistenza di difficoltà, colabora per la formazione del suo repertorio culturale e aumenta la sua competenza comunicativa interculturale.

Key words: Cultura. Dizionario pedagogic. Dizionario bilingue. Produzione testuale.


Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
A Revista Italiano UERJ está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Instituto de Letras


Rua São Francisco Xavier, 524, 11° andar, CEP 20559-900, Maracanã, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
E-mail: revistaitalianouerj@gmail.com