Analogias entre a máfia e o fascismo por Leonardo Sciascia

Gisele Palmieri

Resumo


RESUMO: Este trabalho propõe uma visão comparativa entre máfia e fascismo, a partir das reflexões do escritor siciliano Leonardo Sciascia. Segundo o autor, existe uma analogia entre ambas as formas de poder, conclusão feita pelo intelectual após viver os seus primeiros vinte anos de vida numa Itália antidemocrática sob o governo de Mussolini e numa Sicília apática ao regime do Duce. Esta dupla vivência rendeu a Sciascia uma percepção mais apurada da problemática realidade insular, levando-o contestar o comportamento dos seus conterrâneos face ao poder, o que fez de sua atividade literária um reforço em seu engajamento político e social. Mostraremos que, em razão desse impegno contra o poder, ele se coloca em contradição quando da publicação de um artigo em que critica alguns profissionais antimáfia da Sicília, acusando-os de se utilizarem da atividade como forma de ascenção profissional. Buscamos, nas definições de intelectual de Sartre, a defesa das ideias, aparentemente, contraditórias do autor, ao compreendermos, com o apoio do pensador francês, que a função do intelectual é, em si, contraditória.

Palavras-chave: Máfias. Fascismo. Antimáfia. Antifascismo. Poder.

 

ABSTRACT: Questo articolo propone una visione comparata tra mafia e fascismo, basata sulle riflessioni dello scrittore siciliano Leonardo Sciascia. Secondo l'autore, esiste un'analogia tra entrambe le forme di potere, una conclusione fatta dall'intellettuale dopo aver vissuto i suoi primi vent'anni di vita in un'Italia non democratica sotto il dominio di Mussolini e in una Sicilia apatica al regime del Duce. Questa doppia esperienza ha dato a Sciascia una percezione più acuta della problematica realtà isolana, portandolo a sfidare il comportamento dei suoi connazionali verso il potere, il che ha reso la sua attività letteraria un rafforzamento del suo impegno politico e sociale. Dimostreremo che, a causa di questo impegno contro il potere, si contraddice quando pubblica un articolo che critica alcuni professionisti antimafia siciliani, accusandoli di utilizzare l'attività come forma di ascensione professionale. Cerchiamo nelle definizioni di intellettuali di Sartre di difendere le idee apparentemente contraddittorie dell'autore comprendendo, con il sostegno del pensatore francese, che la funzione dell'intellettuale è, in sé, contraddittoria.

Parole chiave: Mafie. Fascismo. Antimafia. Antifascismo. Potere.

 

ABSTRACT: This work proposes a comparative view between mafia and fascism, based on the reflections of the Sicilian writer Leonardo Sciascia. According to the author, there is an analogy between both forms of power, a conclusion formed by the intellectual after living his first twenty years of life in an antidemocratic Italy, under the rule of Mussolini and in an apathetic Sicily to the regime of the Duce. This living granted Sciascia an acute insight on the problematic insular reality, leading him to challenge the behavior of his countrymen towards power, which led his literary activity to be a reinforcement of his political and social engagement.  We will show that due to this impegno against power, he puts himself in contradiction when he published an article criticizing some anti-mafia professionals in Sicily, accusing them of using their activities as a means of professional advancement.  We sought in Sartre's definitions of intellectuals to defend the author's apparently contradicting ideas by understanding, based on the French thinker, that the intellectual duty is contradictory by itself.

Keywords: Mafias. Fascism. Anti-mafia. Antifascism. Power.


Palavras-chave


Máfias. Fascismo. Antimáfia. Antifascismo. Poder.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
A Revista Italiano UERJ está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Instituto de Letras


Rua São Francisco Xavier, 524, 11° andar, CEP 20559-900, Maracanã, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
E-mail: revistaitalianouerj@gmail.com