UM ENCONTRO FRUSTRADO

Maria Rosaria Fabris

Resumo


Resumo

A montagem brasileira da peça Pílades, ao privilegiar a ação, deixa de lado a valorização da palavra e o minimalismo cênico apregoados por seu autor, Pier Paolo Pasolini, no “Manifesto por um novo teatro” (1968).

 

Palavras-chave: Pier Paolo Pasolini, “teatro da Palavra”, peças, Pílades, montagem.

 

 

Abstract

The Brazilian mise-en-scène of the drama Pilade, favouring the action, denies the word’s valorization and the scenical minimalism that his author, Pier Paolo Pasolini, proclaims in “Manifesto per un nuovo teatro” (1968).

 

Keywords: Pier Paolo Pasolini, “teatro di Parola”, plays, Pilade, mise-en-scène.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
A Revista Italiano UERJ está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Instituto de Letras


Rua São Francisco Xavier, 524, 11° andar, CEP 20559-900, Maracanã, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
E-mail: revistaitalianouerj@gmail.com