A vivência da fonoaudiologia na equipe de cuidados paliativos de um Hospital Universitário do Rio de Janeiro

Andréa Calheiros, Christiane Albuquerque

Resumo


Este artigo tem intenção de mostrar a importância do trabalho da Fonoaudiologia naequipe de Cuidados Paliativos, proporcionando ao paciente possibilidade de maior interação com a família através da comunicação, e preservar de forma segura o prazer da alimentação por via oral. O Núcleo de Cuidados Paliativos do Hospital Universitário Pedro Ernesto tem uma equipe multiprofissional que recebe um grande número de pacientes oncológicos com doença avançada em região de cabeça e pescoço; com isso, as funções de respiração, deglutição, voz e fala podem estar comprometidas. A reabilitação se torna individualizada, pois requer atenção ao tratamento anteriormente proposto para a cura, assim como a região afetada. Os limites impostos pela reabilitação levam o profissional a utilizar estratégias e adaptações para promover melhor conforto, segurança e satisfação para a alimentação e comunicação do paciente oncológico em sua fase final da vida. Profissionais de uma equipe de Cuidados Paliativos precisam saber que podem contar com a contribuição da Fonoaudiologia, e os fonoaudiólogos precisam se conscientizar do seu importante papel neste campo de trabalho.

Texto completo:

PDF