Os cuidados de enfermagem em feridas neoplásicas na assistência paliativa

Rafaela Mouta Aguiar, Gloria Regina da Silva

Resumo


O cuidado paliativo não tem característicacurativa, portanto é de extrema relevância minimizarou sancionar os sinais e sintomas apresentados, além de promover alívio da dor e uma melhor qualidade de vida. As feridas oncológicas constituem-se como uma das preocupações na assistência à saúde de pacientes com câncer, já que os efeitos da doença, como dor e aparência, interferem na qualidade de vida dessas pessoas e de suas famílias. O enfermeiro assume um papel fundamental no cuidado dessas feridas, através da orientação e da promoção à saúde. Portanto, é proposto nesse estudo científico o cuidado humanizado, prestando uma assistência mais efetiva e dinâmica, que minimize o desconforto, a dor, e os transtornos psicossociais que podem ser gerados pelas feridas oncológicas. Na maioria dos casos, o tratamento não leva à cicatrização da ferida, pois depende do câncer primário. Contudo, a cicatrização não é a principal meta do cuidado, mas o controle dos sintomas, visando uma melhor qualidade de vida aos portadores destas lesões.

Texto completo:

PDF