Transformações recentes no “mundo do trabalho” e suas consequências para os trabalhadores brasileiros e suas organizações

Inez Terezinha Stampa

Resumo


A reflexão se pauta na recuperação do trabalho como catego-ria chave da compreensão da história, e indica limites e possibilidadesda ação sindical em um contexto de restrição de espaços públicos e ações coletivas. Ao considerar a importância do espaço público parase compreender a dinâmica do movimento sindical de trabalhadoreshoje, busca enfatizar o fato de tal movimento ser um tipo de ação coletiva e que não pode ser pensado apenas no espaço do “mundo do trabalho” ou no espaço institucional das relações profissionais. A ampliação do campo de ação sindical torna-se interessante, para além do que se passa na esfera do trabalho e das empresas, pois a ação tradicional do sindicalismo mostra-se insuficiente para enfrentar a multiplicidade de terrenos, disputas e lutas que devem ser conduzidas fora do trabalho, as quais são tão numerosas e complexas que nenhuma organização pode pretender assumi-las sozinha. A constituição de espaços públicosé uma estratégia que pode reinventar o debate, descentrando-o da oposição estatal-privado, tão em voga e conveniente à operação ideológica liberal.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rep.2012.5104

 

 

                                              

ISSN: 1414-8609 | e-ISSN: 2238-3786 JournalDOI: http://doi.org/10.12957/rep

Licença Creative Commons