Contracorrentes em tempos de tempestades: o pensamento de Jane Addams e de Mary Richmond no Serviço Social

Maria Irene de Carvalho

Resumo


O pensamento de Jane Addams e de Mary Richmond está associado à construção do conhecimento em Serviço Social na modernidade. No final do século XIX e início do século XX, estas figuras incontornáveis do Serviço Social integraram a profissão na divisão sociotécnica do trabalho e na agenda dos países envolvidos com a questão social. Este texto tem como objetivo examinar a relação implícita das autoras com o Serviço Social, enfatizando a emergência e construção do mesmo como uma ação “quase profissional”. Adotamos uma metodologia qualitativa baseada na análise bibliográfica, a qual permitiu situar o contexto da modernidade e comparar o percurso pessoal de Richmond e Addams tendo em conta: a trajetória pessoal e profissional; as perspetivas teóricas do Serviço Social na abordagem dos problemas sociais; as organizações e as práticas e os principais contributos e inovações numcontexto de reforma social.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rep.2012.3898

 

 

                                              

ISSN: 1414-8609 | e-ISSN: 2238-3786 JournalDOI: http://doi.org/10.12957/rep

Licença Creative Commons