Cultura crítica e o projeto ético-político do serviço social brasileiro: desafios contemporâneos

Josimeire de Omena Leite

Resumo


Partindo da premissa de que é no processo de recusa e crítica aoconservadorismo que se encontram as raízes de um novo projeto profissional,este artigo, a partir de revisão bibliográfica, recupera uma importante discus-são,  presente  na  atual  literatura  crítica  do  Serviço  Social  brasileiro,  acercados desafios contemporâneos à profissão. Especificamente aqueles postos aoprocesso de consolidação de uma cultura crítica no interior do Serviço Social e à efetiva implementação do seu projeto ético-político, num contexto neo-liberal. Conclui que apenas mediante uma profunda interlocução da categoria profissional com o marxismo é que se põe concretamente a possibilidade de um olhar crítico sobre o Serviço Social e a apropriação das ferramentas neces-sárias ao enfrentamento dos novos desafios à consolidação de uma cultura crítica no interior da profissão e ao processo de manutenção da hegemoniado seu projeto ético-político

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rep.2012.3896

 

 

                                              

ISSN: 1414-8609 | e-ISSN: 2238-3786 JournalDOI: http://doi.org/10.12957/rep

Licença Creative Commons