Desafios da classe trabalhadora: Serviço Social na luta por condições de trabalho

Kleylenda Linhares da Silva, Sâmya Rodrigues Ramos

Resumo


A contribuição da ação política do conjunto CFESS/Cress para a construção do projeto profissional pode ser analisada a partir de diversas frentes. Neste artigo, abordamos lutas por melhores condições de trabalho e como estas vêm repercutindo no cotidiano da classe trabalhadora, destacando, no âmbito do Serviço Social, a implementação da Resolução CFESS no 493/2006 e a importância da efetivação da Lei no 12.317/2010, que garante jornada de trabalho de 30h semanais para assistentes sociais. Os dados aqui sistematizados foram elaborados a partir de pesquisas bibliográficas, documentais e de campo. Assim, na análise dos dados, fica claro que as profissionais conhecem a resolução; algumas mencionam a obtenção de conquistas a partir da mesma, como a consecução de sala para o Serviço Social. No tocante às 30h, as assistentes sociais destacam, entre outras coisas, que elas são bastante significativas para a qualidade de vida, proporcionando tempo livre.

Palavras-chave: condições de trabalho; serviço social; organização política; conjunto CFESS/Cress.

DOI: 10.12957/rep.2015.21058


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rep.2015.21058

 

 

                                              

ISSN: 1414-8609 | e-ISSN: 2238-3786 JournalDOI: http://doi.org/10.12957/rep

Licença Creative Commons