Participação e controle social no Brasil recente: influência do pensamento gramsciano

Teresa Cristina Coelho Matos, Maria D’Álva Macedo Ferreira

Resumo


Este artigo aborda sobre os momentos históricos em que o diálogo teórico e intelectual do pensador marxista, Antônio Gramsci, encontra materialidade no contexto da realidade brasileira recente, com o olhar voltado para a relação entre Estado e Sociedade focalizando o controle do aparato estatal pela participação dos movimentos sociais. Nessa perspectiva, confere-se centralidade às concepções gramscianas de Estado, sociedade civil e hegemonia, tendo como ponto de partida da reflexão a promulgação da Constituição de 1988.

Palavras-chave: participação; controle social; estado; sociedade civil; Antônio Gramsci.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/rep.2015.18622

 

 

                                              

ISSN: 1414-8609 | e-ISSN: 2238-3786 JournalDOI: http://doi.org/10.12957/rep

Licença Creative Commons