Heidegger e a superação da crise dos fundamentos: antecedentes para a proposição de uma ontologia fundamental

Bruno Martins Machado

Resumo


O presente texto tem como objetivo mostrar que o conceito heideggeriano de Dasein, tal como foi apresentado em Ser e Tempo,surgiu como uma solução à pergunta pelos fundamentos do conhecimento. A discussão dos fundamentos foi um tema que emergiu com a crise das matemáticas no século XIX e motivou o trabalho de muitos estudiosos de diversas áreas. Dentre grandes nomes que tentaram encontrar um fundamento para o conhecimento, destaca-se Husserl que efetivamente abriu as portas para recolocar o homem no centro da discussão da questão do conhecimento. Portanto, teve um papel imprescindível no desenvolvimento do percurso tomado por Heidegger. É sob essa perspectiva que o panorama geral do artigo parte da apresentação do momento que eclodiu a crise das matemáticas. Em seguida, aponta como Husserl tenta resolver o problema de um fundamento seguro para o conhecimento desenvolvendo a noção de um eu transcendental. Por fim, apresenta como o Dasein emerge como resposta inicial à pergunta pelo Ser.

Palavras-chave


Dasein; Fundamentos; Heidegger; Husserl; Matemáticas

Texto completo:

HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2010.8912

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com