A pós-graduação e o estudo das relações entre habilidades metalinguísticas e linguagem escrita

Ellen Michelle Barbosa de Moura, Fraulein Vidigal de Paula

Resumo


A pós-graduação no país tem um papel fundamental na formação de pesquisadores e na geração de pesquisas e conhecimentos novos a respeito da temática metalinguística e alfabetização. Nesse sentido, o objetivo do presente artigo foi mapear a produção acadêmica brasileira sobre desenvolvimento metalinguístico e linguagem escrita, no período de 2005 a 2010, em dissertações e teses. Para este levantamento, foi consultado o banco de teses da CAPES. Os resultados foram organizados conforme o nível da pós-graduação, área de concentração, estado, universidade, termos-chave, características e número de sujeitos investigados, delineamento da pesquisa e ano de defesa. Constatou-se que a produção anual dobrou neste período, somando 187 estudos produzidos nestes cinco anos. Porém, o aumento quantitativo não foi acompanhado, em igual medida, pela diversificação no tipo de delineamento, faixa etária dos sujeitos e das habilidades metalinguísticas investigadas. Os resultados são discutidos em termos de avanços, limitações e tendências para novos estudos.

Palavras-chave


Escrita; Alfabetização; Metalinguagem; Revisão

Texto completo:

HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2013.8421

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com