Estudos e Pesquisas em Psicologia
2020, Vol. 03. doi:10.12957/epp.2020.54342
ISSN 1808-4281 (online version)

 

EDITORIAL

 

Amana Mattos**; Ana Maria Jacó Vilela*; Deise Maria Fernandes Mendes**; Heloisa Fernandes Caldas Ribeiro**; Jimena de Garay Hernández**; Laura Cristina de Toledo Quadros**; Patrícia Lorena Quitério**; Vanessa Barbosa Romera Leme**
Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Endereço para correspondência

 

 

Temos a imensa satisfação de apresentar o terceiro número da Revista Estudos e Pesquisas em Psicologia em 2020. Iniciamos o segundo semestre do ano trabalhando remotamente, devido à pandemia da Covid-19, para garantir a saúde da equipe da revista, a periodicidade e a qualidade dos artigos, com pesquisas que contribuem com o avanço científico e ético da psicologia. Assim, o volume 20, número 3 é composto por 15 artigos, sendo cinco em Psicologia Social, cinco em Psicologia do Desenvolvimento, três em Psicologia Clínica e Psicanálise e dois na seção Clio-Psyché.

A seção Psicologia Social inicia o volume com o artigo Representações sociais de universitários com deficiência física sobre a sexualidade das pessoas com deficiência, de Alana Nagai Lins de Carvalho e Joilson Pereira da Silva, que tem por objetivo investigar as representações sociais de universitários com deficiência física, sobre a sexualidade das pessoas com deficiência. O segundo artigo, Um estudo sobre denúncias de violência registradas no disque 100 - pessoas com deficiência, de Márcia de Lima e Luciana Maria Maia, analisa dados relativos às denúncias de violência contra pessoas com deficiência disponibilizados pelo Disque Direitos Humanos - Disque 100. O terceiro artigo, Atribuições de causalidade pela infecção por HIV, de Fernando Martins de Azevedo, Damião Soares de Almeida Segundo, Marina Feijó, Henrique Caetano Nardi e Angelo Brandelli Costa, testa de que forma estudantes e profissionais da área da saúde atribuem culpa, controle e responsabilidade pela infecção por HIV. O quarto artigo, Discursos contemporâneos sobre as transexualidades: Poder, verdade e subjetivação, de Mariana Pombo, apresenta alguns discursos contemporâneos sobre as transexualidades e problematiza seus efeitos sobre a escuta clínica de pacientes trans. O último artigo, Representações sociais de família para não feministas, de Lacilaura Bomtempo Lamounier Costa e Rafael De Tilio, analisa as representações sociais de família para não feministas.

Inicia a seção de Psicologia do Desenvolvimento o artigo A experiência Drag Queen como transição na vida adulta, de Ligia Ribeiro Ferreira e Renata Lira dos Santos Aléssio, que investiga os sentidos e significados tecidos sobre a experiência como Drag Queen na vida adulta. O segundo artigo, Avaliação da criatividade no contexto das altas habilidades/superdotação: Evidências de validade, de Tatiana de Cássia Nakano, Luísa Bastos Gomes, Priscila Zaia, Gabriela Fabbro Spadari, Mariana Antunes Miranda e Mariana Marion Sobral Pinto, busca evidências de validade baseadas nas relações com variáveis externas, do tipo convergente para um subteste para avaliação da criatividade figural, que é parte da Bateria para Avaliação das Altas Habilidades/Superdotação (BAAH/S). O terceiro artigo Relationships between recognition of characters, logos and brands of tobacco products, fast-food, soft drinks and alcoholic drinks in children, de Daniel Campos Lopes Lemos, Pedro Paulo Pires dos Santos, Rodolfo de Castro Ribas Júnior, Lucas Yukio Otsuka Nunes e Luis Antonio Monteiro Campos, investiga relações entre o reconhecimento de personagens infantis e a associação de logos e marcas de produtos de tabaco, fast-food, refrigerantes e bebidas alcoólicas em crianças. O quarto artigo Evidências de validade da escala de autoeficácia da bateria de avaliação de indicadores da depressão infanto-juvenil, de Daiane Nunes, Laís Santos, André Faro e Makilim Nunes Baptista, analisa evidências de validade da Escala de Autoeficácia da Bateria de Avaliação de Indicadores da Depressão Infatojuvenil, considerando a validade divergente da escala em relação à depressão e examina a distribuição social da autoeficácia, segundo as variáveis sexo, idade e ano escolar. Por fim, o último artigo, Adversidades na infância: Associação a fatores protetivos e sintomas internalizantes na adultez, de Jaqueline Portella Giordani, Carolina Palmeiro Lima, Clarissa Marceli Trentini, discute as relações entre adversidades na infância e sintomas de depressão, ansiedade e estresse em uma amostra de adultos brasileiros, além dos fatores proximais e distais que poderiam explicar o caminho dessa relação da infância até a idade adulta.

A seção Psicologia Clínica e Psicanálise apresenta o primeiro artigo Atendimento a mulheres em situação de violência: A experiência de profissionais de um CREAS, de Patrícia Regina Bueno Incerpe e Vera Engler Cury, que procura compreender a experiência de profissionais no atendimento a mulheres em situação de violência em um Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS). O segundo artigo, Incidências da psicanálise na instituição: Dispositivos clínicos para crianças e adolescentes com transtornos psíquicos graves, de Volmir Mielczarski dos Santos e Marta Regina de Leão D'Agord, aborda as incidências da psicanálise nas equipes que atuam em instituições que atendem crianças e adolescentes com transtornos psíquicos graves. O último artigo, Análise comparativa de estudos sobre bem-estar subjetivo no brasil: Aspectos epistemológicos, metodológicos e teóricos, de Lucélia Kelly Alencar de Medeiros e Remerson Russel Martins, analisa crítica e comparativamente as dimensões epistemológicas e metodológicas adotadas nas pesquisas nacionais sobre o bem-estar subjetivo, assim como avalia de que forma esse construto é conceituado e trabalhado nessas pesquisas.

A seção Clio-Psyché é iniciada com o artigo A licenciatura em Psicologia na década de 1960: Um estudo do caso do curso da UFMG, de Deolinda Armani Turci, Sérgio Dias Cirino e Érika Lourenço, que apresenta um estudo de caso sobre a inserção da licenciatura no curso de Psicologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), durante a década de 1960 e suas contribuições para os ex-alunos, ingressantes nesse período. O último artigo, Psicologia Comunitária e participação: Apontamentos históricos e considerações sobre o modelo do desenvolvimento comunitário, de Larissa Soares Baima e Raquel Souza Lobo Guzzo, discute o tema da participação em projetos de Psicologia Comunitária no Brasil, mais propriamente no que diz respeito à concepção de participação veiculada em um desses projetos.

Faleceu, dia 12 de agosto de 2020, Rogério Centofanti. Pouco conhecido fora do pequeno grupo de historiadores da psicologia, um outsider da academia, teve uma importante contribuição na historiografia dos laboratórios experimentais no Brasil, notadamente o da Colonia do Engenho de Dentro, no Rio de Janeiro e o da Escola da Praça, em São Paulo. Trabalhador incansável, entusiasmado pelo conhecimento, pela descoberta, com uma verve poderosa, cativou todos que dele se aproximaram. Deixamos aqui os nossos sentimentos aos familiares e amigos.

A Revista Estudos e Pesquisas em Psicologia agradece seu interesse e deseja a todos uma boa leitura!

 

 

Endereço para correspondência
Comissão Editorial
Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ, Rua São Francisco Xavier, 524, Bloco F, 10° andar, sala 10.005, Maracanã, CEP 20550-013, Rio de Janeiro - RJ, Brasil
Endereço eletrônico: revispsi@gmail.com

 

 

Notas

* Professora Associada do Instituto de Psicologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
** Professor/a Adjunto/a do Instituto de Psicologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

 

Este artigo de revista Estudos e Pesquisas em Psicologia é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.



Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com