O cuidado em saúde: A experiência dos trabalhadores de limpeza na unidade de oncologia pediátrica

Maria Juliana Vieira Lima, Cinthia Mendonça Cavalcante

Resumo


O objetivo deste estudo é compreender a experiência de cuidado do trabalhador de limpeza no contato com usuários de um centro de tratamento do câncer infantil. Foi realizada pesquisa qualitativa, da qual participaram seis trabalhadores do serviço de limpeza. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas, as quais foram pautadas na hermenêutica fenomenológica para método de análise das falas. Percebeu-se estabelecimento de vínculo entre os usuários e os trabalhadores de limpeza através de trocas afetivas significativas. Ademais, ao vincularem e ofertarem cuidado, os profissionais de limpeza tornavam-se figuras importantes no tratamento dos usuários, atuando como suporte para reestruturação do self nos momentos de crise e vulnerabilidade. Os trabalhadores, a partir do seu cuidado, sofrem quando uma criança falece ou piora, não havendo, entretanto, espaço para vivenciar esse sofrimento. A contribuição deste estudo aponta para a necessidade de perceber as relações existentes entre os profissionais de limpeza e os usuários, pautando-se nesse vínculo construído para o cuidado integral aos usuários.

Palavras-chave


trabalhadores; serviço de limpeza; vínculo; cuidado

Texto completo:

PDF HTML


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2016.24835

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com