Juventude e família: expectativas, ideais e suas repercussões sociais

Hebe Signorini Gonçalves, Luciana Gageiro Coutinho

Resumo


O artigo analisa dados parciais de pesquisa realizada na periferia do Rio de Janeiro; enfoca as falas de 39 jovens acerca das questões que os afetam e persegue os sentidos atribuídos à família, tanto no que diz respeito à família de convivência quanto no que se refere à família como ideal. Na análise, o texto vale-se de estudos acerca da juventude na sociedade contemporânea, em particular da juventude brasileira, e toma por referência a noção de ideal tal como tratada na teoria psicanalítica. Conclui-se que a idealização da família pelo jovem (a) deve ser entendida tanto a partir de questões individuais quanto sociais; e (b) aponta para a necessidade de intervenções que ofereçam referências extra-familiares capazes de auxiliar os jovens na consecução de seus projetos futuros, delimitando o lugar institucional ocupado pela família.

Palavras-chave


Juventude; Família; Idealização

Texto completo:

PDF HTML


Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com