Prazo de submissões para o Dossiê Psicologia, Política e Sexualidades: crises, antagonismos e agências é prorrogado

A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia informa  que o prazo de submissão de trabalhos para “Dossiê Psicologia, Política e Sexualidades: crises, antagonismos e agências” foi prorrogado até o dia 15 de maio de 2022. A proposta é reunir artigos científicos que analisem as (des)articulações entre racionalidade neoliberal e regulação da diferença diante da atual pauta de costumes e novas moralidades que configuram o contexto político ultra reacionário que atravessamos no Brasil e no mundo.

O dossiê objetiva ampliar o debate sobre as estratégias de ação-problematização no campo psi, considerando o  impacto  sobre políticas públicas e a repercussão e os engajamentos da área nas questões da diferença na/com a democracia. O foco dos debates reunidos neste número será dirigido à reafirmação da agenda política no enfrentamento à precarização das políticas de saúde, educação, assistência e trabalho, considerando a contribuição das práticas-saberes-movimentos interseccionais e os modos como a(s) Psicologia(s) vem/vêm se movimentando em diversas esferas de atuação política, indagando quais seriam nossas disposições face às urgências do presente.

O Dossiê será o número 4 do volume 22, com previsão de publicação em dezembro de 2022, contendo entre 15 e 22 artigos. Serão aceitos textos em português, espanhol ou inglês, redigidos segundo as normas da American Psychological Association (APA) e com no máximo 25 páginas. Importante: não serão aceitas submissões de autoras/es que tenham publicado ou que tenham manuscritos aceitos na Estudos e Pesquisas em Psicologia para o período entre novembro de 2020 a novembro de 2021. Também não é permitido que um/a autor/a/e ou co-autor/a/e submeta mais de um manuscrito para o dossiê. As demais diretrizes encontram-se disponíveis em http://www.revispsi.uerj.br/