Políticas Editoriais

Foco e Escopo

Apresentação e Política Editorial

Estudos e Pesquisas em Psicologia é uma revista do Instituto de Psicologia da UERJ - Universidade do Estado do Rio de Janeiro – universidade pública brasileira. Foi criada, em 2001, com a finalidade de publicar textos inéditos em Psicologia e áreas afins sob a forma de artigos, comunicações breves de pesquisas, resumos de teses e resenhas. Eventualmente, também publica artigos traduzidos, desde que devidamente acompanhados do consentimento da fonte de publicação original, resenhas de filmes e entrevistas relevantes para a área.


Na revista, são bem vindas reflexões das várias áreas de saber que compõem as Ciências Humanas e que possam contribuir, efetivamente, para o aprofundamento das questões concernentes à Psicologia. Desta forma, a Comissão Editorial – formada por professores do Instituto de Psicologia da UERJ e dos cursos de pós-graduação desta mesma unidade – pretende estar em consonância com a perspectiva que considera os saberes e fazeres "psi" como um campo interdisciplinar.


A revista tem como missão publicar textos científicos originais de relevância com a finalidade de fomentar a produção de conhecimento em Psicologia e apresentar os avanços nas áreas de Psicologia do Desenvolvimento, Psicologia Social, Psicologia Clínica, Psicanálise e História da Psicologia nos seguintes formatos: artigos, resenhas, comunicações de tese, comunicações de pesquisas, traduções de artigos, resenhas de filmes e entrevistas.


A cobertura temática encontra-se classificada no CNPq como 7.00.00.00-0 Ciências Humanas; 7.07.00.00-1 Psicologia.


A Comissão Editorial

 

Políticas de Seção

Psicologia Social

Objeto de estudo: Estuda temas que articulam fenômenos e processos psicológicos, assim como as práticas sócio-institucionais e culturais em que eles se manifestam e se engendram. Contempla a perspectiva estadunidense, a européia emergente, bem como as concepções e discussões epistemológicas, antropológicas e históricas contemporâneas.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Psicologia do Desenvolvimento

Objeto de estudo: Estuda processos de mudança ontogenética, buscando descrevê-los e, principalmente, explicá-los por princípios gerais que se explicitam ao longo do ciclo vital, levando em conta as diversidades culturais.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Psicologia Clínica e Psicanálise

Objeto de estudo: Estuda temas relacionados ao estudo dos transtornos mentais e dos aspectos psíquicos de doenças não mentais. Seus temas incluem etiologia, classificação, diagnóstico, epidemiologia, intervenção, prevenção, aconselhamento, psicoterapia, reabilitação e acesso  à saúde e avaliação.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Clio-Psyché

Objeto de estudo: Estuda temas que articulam fenômenos e processos psicológicos, assim como as práticas sócio-institucionais e culturais em que eles se manifestam e se engendram. Contempla a perspectiva estadunidense, a européia emergente, bem como as concepções e discussões epistemológicas, antropológicas e históricas contemporâneas.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Fenomenologia e Psicologia

O Dossiê sobre “Fenomenologia e Psicologia” será o nº 4 do volume 20, com previsão de publicação em dezembro de 2020, contendo de 15 a 20 artigos.

Para este número temático esperam-se artigos nos quais questões da psicologia se articulem à fenomenologia, apontando os limites e as possibilidades presentes em tal articulação. A submissão deve ser feita até dia 30 de junho de 2020. 

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

É uma condição para publicação do manuscrito submetido que o conteúdo do material enviado não tenha sido publicado anteriormente e não esteja simultaneamente em processo de submissão para publicação em outro periódico.

Após a submissão, os manuscritos serão analisados incialmente pela secretaria da revista a fim de avaliá-los quanto às normas de publicação e de preparação do original especificadas nas diretrizes para autores. Quando houver equívocos na submissão, os trabalhos serão devolvidos para adequação, os autores serão notificados e terão mais uma oportunidade de ajustar os manuscritos.

Os trabalhos que atenderem às normas serão enviados para apreciação da Comissão Editorial, e, posteriormente, para a análise de Consultores ad hoc a critério dos Editores e em conformidade com as áreas de atuação e especialização dos avaliadores, que podem ser internos ou externos à instituição, e desde que não haja conflito de interesses por parte dos avaliadores. Serão avaliadas a apresentação e redação, o conteúdo, o método, a apresentação dos resultados e a discussão, conclusões e/ou considerações finais.

A Estudos e Pesquisas em Psicologia utiliza o sistema de avaliação duplo-cega, a fim de preservar a identidade dos autores e também dos avaliadores. É responsabilidade dos autores garantirem que não haja elementos capazes de identificá-los em qualquer parte do texto. Orientações em <http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revispsi/help/view/editorial/topic/000044>

O processo de avaliação dura de seis a doze meses. Resultam deste processo três possibilidades: aceitação, aceitação sujeita à reformulação ou recusa. No caso de aceite com reformulação, as alterações solicitadas serão indicadas ao(s) autor(es) . O manuscrito reformulado deverá ser encaminhado via sistema online no prazo máximo estipulado. O trabalho reformulado será reavaliado para definir se atendeu ao parecer. Caso os autores não retornem o manuscrito reformulado no prazo estipulado, a submissão será arquivada.

A decisão final acerca da publicação ou não do manuscrito é sempre da Comissão Editorial. Os autores serão notificados da aceitação ou recusa de seus manuscritos e receberão uma síntese dos pareceres acerca de seu trabalho.

A Comissão Editorial reserva-se o direito de efetuar pequenas alterações ou cortes no trabalho, com o objetivo de uniformizá-lo aos critérios de publicação da revista, desde que nenhuma destas alterações resulte em modificações de conteúdo.A Comissão Editorial reserva-se, ainda, o direito de decidir sobre casos especiais, a fim de manter a qualidade e periodicidade da revista.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Estudos e Pesquisas em Psicologia não cobra taxas de submissão e/ou publicação.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS, em parceria com a Rede Cariniana coordenada pelo IBICT - Brasil, para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Indexadores

Base de dados
    

Diretórios
 

Biblioteca Virtual
 

 

Qualis

Atualmente, Estudos e Pesquisas em Psicologia é classificada como A2 no QUALIS da Capes.