EFEITO DO RECONHECIMENTO DOS ATIVOS BIOLÓGICOS NO PREÇO DAS AÇÕES DE EMPRESAS BRASILEIRAS

Roberto Carlos Klann, Maurício Leite, Josiane Brighenti

Resumo


O estudo teve por objetivo analisar o efeito do reconhecimento dos ativos biológicos no preço das ações das empresas brasileiras. A população compreendeu as companhias de capital aberto listadas na BM&FBovespa. A amostra compôs-se pelas empresas que possuíam ativos biológicos reconhecidos no Balanço Patrimonial no período de 2010 a 2013, bem como demais informações contábeis disponíveis da base de dados Economática®. A pesquisa caracteriza-se como descritiva, documental e com abordagem quantitativa. Aplicou-se análise de dados em painel, por meio do software estatístico Stata®versão 13. Os resultados evidenciaram que o reconhecimento dos ativos biológicos nas demonstrações contábeis não exerceu influência estatisticamente significativa no preço das ações das empresas analisadas. Além disso, verificou-se que, não só as informações sobre os ativos biológicos não são significativas para o mercado, como também as próprias informações contábeis sobre o Patrimônio Líquido e Lucro por Ação.

Palavras-chave


Contabilidade; Contabilidade Internacional.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12979/31904



ISSN da versão on-line (atual): 1984-3291
Periodicidade: Quadrimestral
Classificação CAPES: A3

DOAJ