ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS NOS CURSOS DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS: UM ESTUDO SOBRE SEU APROVEITAMENTO NO EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DE ESTUDANTES (ENADE)

Carlos Roberto Souza Carmo, Isabella Vilela de Souza, Patrícia do Prado Cunha

Resumo


A presente investigação buscou analisar comparativamente o aproveitamento dos alunos dos cursos de ciências contábeis que realizaram o último Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE-2012), em todo o território nacional, de forma a avaliar se os alunos portadores de necessidades educacionais especiais (NEE), mesmo diante das limitações que lhes são impostas, obtiveram um aproveitamento diferente daquele obtido pelos demais alunos. Para tanto, foram utilizadas estatísticas descritivas e testes não paramétricos para análise de médias e medianas, aplicadas aos dados de 47.299 alunos concluintes daquele curso superior. Adicionalmente, foi realizada uma análise comparativa com os resultados de estudos anteriores de natureza semelhante. Nesse sentido, além confirmar parte dos resultados de estudos anteriores e não convergir com tais estudos em outros aspectos, pôde-se observar que alunos portadores de NEE apresentaram um aproveitamento equivalente ao do grupo de alunos sem NEE, tanto nas provas de formação geral e especifica, quanto na nota geral do ENADE-2012.

Palavras-chave


Necessidades educacionais especiais; Ciências Contábeis; Métodos quantitativos aplicados

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12979/17840



ISSN da versão on-line (atual): 1984-3291
Periodicidade: Quadrimestral
Classificação CAPES: A3

DOAJ