ANÁLISE DO MERCADO DE FUNDOS DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO NEGOCIADOS NA BOLSA

Paulo Magno Silva Maia, Rafael Morais de Souza

Resumo


Os fundos de investimento imobiliário foram regulamentados no Brasil em 1994, mas até o final da década seguinte sua expansão se deu de forma lenta. A partir do final da primeira década do século XXI, o mercado de fundos de investimento imobiliário passou por forte expansão. Entretanto, após sucessivos aumentos da taxa Selic ao longo do ano de 2013, a euforia por esta modalidade de investimento passou e os fundos imobiliários sofreram significativa desvalorização no valor de suas cotas negociadas no mercado secundário. O presente estudo tem por objetivo compreender a evolução do mercado de Fundos de Investimentos Imobiliários no Brasil, permitindo identificar as variáveis que podem afetar o valor de suas cotas, os riscos e oportunidades envolvidas. Para isso é verificada a possível presença de correlação significativa entre o índice que mede a variação no valor das cotas dos Fundos de Investimento Imobiliários negociados no mercado secundário da Bovespa (IFIX), a Taxa Selic, o Ibovespa e o Índice Geral do Mercado Imobiliário. Foi verificado que a Selic e o IGMI-C, conjuntamente, explicaram 94,43% da variação do índice IFIX no período analisado, sendo que o IFIX apresentou correlação direta com o IGMI-C e correlação inversa com a Selic.


Palavras-chave


Contabilidade; Finanças

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12979/14401



ISSN da versão on-line (atual): 1984-3291
Periodicidade: Quadrimestral
Classificação CAPES: A3

DOAJ