AS EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA E O DESIGN

LUIZ ANTONIO DE SABOYA, ELAINE CAVALCANTE PEIXOTO BORIN, RICARDO MIYASHITA

Resumo


Este trabalho tem como objetivo apresentar a discussão da relação entre a tecnologia e o design a partir da atuação de empresas da incubadora de design da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). A tecnologia, ao contrário do que está muito em voga atualmente, não se resume ou mesmo não está confinada ao domínio do software e da informática, ou ainda o que se convencionou chamar de tecnologia da informação, ou mesmo o que é chamado nos meios de comunicação de “alta tecnologia”. A tecnologia é a incorporação do conhecimento de diferentes formas tornando possível criar novos produtos, explorar novos mercados, usar novas maneiras de organização, incorporar novas matérias primas ou utilizar novos processos para atender às necessidades dos clientes, e o design se insere nesse processo como ferramenta capaz de desenvolver produtos de sucesso comercial para o mercado. Assim, a INCUBADORA DE EMPRESAS DE DESIGN da ESDI/UERJ tem em seu substrato, dentre outras, introduzir no discurso sobre eficiência, função técnica e viabilidade econômica critérios de eficiência social e de uso dos produtos de fabricação industrial. Desse modo, o design caminha “pari passu” com a tecnologia, visando soluções que aliam alta qualidade, refinamento formal, incorporação do conhecimento, inovação e criatividade, com base racional, adequação de funções, viabilidade econômica e boa fundamentação, para atendimento às demandas de nossa sociedade.

Palavras-Chave: tecnologia; design; incubadora.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/polemica.2011.2980

e-ISSN1676-0727
DOI: 10.12957/polemica
E-mail: polemicauerj@gmail.com

Licença Creative Commons
Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional