A FIBROMIALGIA SOB A ÓTICA PSICANALÍTICA: UM BREVE PANORAMA

Elisa Pellosi de Freitas, Rodrigo Sanches Peres

Resumo


DOI: 10.12957/polemica.2017.28292


__________

Recentemente, algumas pesquisas vêm se apoiando no arcabouço teórico da Psicanálise com o intuito de lançar luzes sobre os aspectos subjetivos da fibromialgia. O presente estudo teve como propósito, por meio do empreendimento de uma revisão da literatura, estabelecer um breve panorama das publicações científicas difundidas em diferentes veículos latino-americanos e que abordam a fibromialgia sob a ótica psicanalítica. Para tanto, foram realizadas buscas nas bases de dados SciELO-Brasil, LILACS, PEPsic e Psique. As publicações localizadas foram selecionadas mediante critérios referentes ao enfoque e ao tipo. Todas as publicações selecionadas foram recuperadas na íntegra e avaliadas em função de um conjunto de dimensões. Foram localizadas 505 publicações, no total. Excluindo-se as repetições, restaram 376 publicações. Destas, contudo, apenas 13 constituíram o corpus do presente estudo, sendo que o número elevado de descartes já era esperado devido à abrangência da estratégia de busca utilizada. Constatou-se que predominaram publicações derivadas de estudos teórico-clínicos e foi observada certa diversificação quanto aos autores de referência. Os resultados das publicações não são conclusivos quanto às possibilidades de a fibromialgia constituir uma variante da histeria moldada pelos processos de subjetivação contemporâneos ou de possuir um caráter transnosográfico. Porém, foi recorrente a associação entre a síndrome e vivências traumáticas precoces, sobretudo relacionadas à sexualidade. O presente estudo, assim, possibilita um mapeamento do conhecimento já produzido sobre a fibromialgia sob a ótica da Psicanálise e aponta caminhos para a realização de novas pesquisas, as quais, inclusive, se revelam necessárias face à escassez de publicações disponíveis atualmente.

Palavras-chave: Fibromialgia. Psicanálise. Subjetividade.

__________

Abstract: Recently, some researches have been using the theoretical framework of Psychoanalysis in order to shed light on the subjective aspects of fibromyalgia. The purpose in this study, through the development of a literature review, was to establish a brief overview of scientific publications disseminated in various Latin American vehicles and that address fibromyalgia from psychoanalytic perspective. Therefore, electronic searches were developed in the databases SciELO-Brazil, LILACS, PEPsic, and Psique. The publications located were selected using criteria related to the focus and the tipo. All selected publications were fully retried and assessed in function of a set of dimensions. Were located 505 publications in total. Excluding the repetitions, 376 publications remained. Of these, however, only 13 constituted the corpus of this study. The large number of eliminations was expected due to the range of the search strategy used. It was verified that publications deriving from theoretical-clinical studies were predominant and that diversified authors were referred to. The results of the publications are not conclusive with regard to the possibility that fibromyalgia is a variant of the hysteria molded by the contemporary subjectivation processes or has a transnosographic background. However, was recurrent the association between the syndrome and the early traumatic experiences, mainly related to sexuality. Thus, this study permits mapping the knowledge produced on fibromyalgia in the light of Psychoanalysis and appoints possibilities for further research, which show to be necessary in view of the lack of publications currently available.

Keywords: Fibromyalgia. Psychoanalysis. Subjectivity.

 


Texto completo:

PDF ler no site


DOI: https://doi.org/10.12957/polemica.2017.28292