COMPARAÇÃO DA PEGADA HÍDRICA ENTRE CLASSES CONSUMIDORAS QUE COMPÕEM O CAMPUS UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE/PB

MARIA DA CONCEIÇÃO MARCELINO PATRÍCIO, ADEMAR DE ASSIS CABRAL, JOSEPH RAGNER A. F. DANTAS, SARA HENRIQUE PONTES, JOSÉ DANTAS NETO

Resumo


A escassez de água é um problema que preocupa o destino da humanidade, devido ao crescimento da população juntamente com a poluição dos recursos hídricos. A Pegada Hídrica (PH) incentiva o uso responsável da água potável. O presente trabalho teve como objetivo comparar a PH entre os estudantes (graduandos e pós-graduandos), professores do Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais da Universidade Federal de Campina Grande, como também funcionários efetivos e trabalhadores terceirizados. Utilizou-se a metodologia de Hoekstra e Shampagain (2008), que consistiu na aplicação de questionários. Os resultados obtidos revelaram que os grupos de pós-graduandos, funcionários e trabalhadores terceirizados, obtiveram a PH elevada, devido aos hábitos alimentares consumistas e a utilização de água nos usos domésticos. Já o grupo constituído por professores, obteve a menor Pegada Hídrica.


Texto completo:

PDF Ler no site


DOI: https://doi.org/10.12957/polemica.2014.10621

e-ISSN1676-0727
DOI: 10.12957/polemica
E-mail: polemicauerj@gmail.com

Licença Creative Commons
Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional