OS MEMES COMO AUXÍLIO NA LEITURA MULTIMODAL CRÍTICA: UM RELATO DOCENTE NA SALA DE AULA DE LÍNGUA ESPANHOLA

Debora Sandyla Araújo Santos

Resumo


Este artigo é baseado em um relato de experiência docente, em que tivemos a pretensão de estimular a criticidade leitora dos alunos adolescentes da rede privada de ensino da região metropolitana de Fortaleza, capital cearense. O referencial teórico é pautado nos eixos conceituais: linguagem online (BARTON; LEE, 2013) letramento multimodal (MOITA LOPES, 2013); multimodalidade e multiletramentos (ROJO, 2012) e leitura crítica (CASSANY, 2006). Dessa forma, almejamos escrever como se dão as análises críticas dos textos multimodais do gênero meme, em língua espanhola, por parte dos alunos do 3º ano do ensino médio, na construção de sentidos, a partir da perspectiva da literatura multimodal crítica online. Diante do exposto, acreditamos que os usos críticos do discurso devem estar presentes nas práticas discursivas da escola, a fim de conscientizar os alunos a uma leitura cidadã mais ativa na sociedade.


Palavras-chave


memes; letramento multimodal crítico; experiência docente

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/periferia.2019.36424

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil  

Revista Periferia, uma publicação eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas – PPGECC/UERJ - ISSN: 1984-9540