A linguística e o texto literário: ponderações sobre a investigação do real

Thaís de Freitas Mondini Belletti

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo fazer uma reflexão acerca de uma visão de linguagem que se pretende objetiva para o estudo do real e do texto literário.  Sob a ótica de concepções essencialistas de linguagem, a escrita literária estaria ligada somente ao valor estético que a língua pode oferecer, enquanto a escrita científica seria privilegiada nos estudos sobre o meio social. Essa perspectiva passa a ser questionada a partir de abordagens que se desvinculam da noção platônico-aristotélica, que separa o sujeito do objeto. No contexto pós-moderno, questiona-se essa concepção de linguagem e desconstroem-se certos pressupostos metodológicos nas ciências sociais. Propomos, com esse trabalho, refletir sobre as limitações envolvidas no processo investigativo e apontar que a escrita literária deve ser considerada uma prática válida no campo da investigação qualitativa.

Palavras-chave


linguagem, literatura, ciência, investigação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/palimpsesto.2018.35290

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Thaís de Freitas Mondini Belletti

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.