E O CACHIMBO QUE NÃO FOI ETERNO: O NEGRO NO LIVRO DOS AFIGURAVES

Ciro Leandro Costa da Fonseca, Elen Karla Sousa da Silva

Resumo


Defensor e pesquisador da história e da cultura em suas mais profundas raízes, o jornalista Franklin Jorge elaborou, com sua obra “O Livro dos Afigurave”, a face da identidade cultural de todas as classes pertencentes à sociedade potiguar, mais especificamente, à luisgomense. Por meio de uma longa pesquisa de campo, entrevistou todos os representantes dessa sociedade, dando vez e voz a membros do grupo social cujas biografias foram historicamente silenciadas.


Palavras-chave


Franklin Jorge; Resenha; Silenciamento

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Ciro Leandro Costa da Fonseca, Elen Karla Sousa da Silva

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.