POR QUE COMPRAR UM PASSADO? UMA LEITURA IDENTITÁRIA DA ADAPTAÇÃO DE O VENDEDOR DE PASSADOS PARA O CINEMA

Priscila Finger do Prado

Resumo


O objetivo deste trabalho é analisar o processo de construção da identidade cultural na comparação entre o romance de José Eduardo Agualusa, O vendedor de passados, e sua adaptação cinematográfica, de mesmo nome, partindo da seguinte questão: Por que comprar um passado (no Brasil e em Angola)? Para a execução desse propósito, pretendemos, num primeiro momento, realizar leituras sobre adaptação e identidade cultural. Depois, iniciaremos a análise das obras comparativamente, buscando as soluções adaptativas da passagem do romance para o filme, especialmente como a questão identitária é retomada no filme.


Palavras-chave


O vendedor de passados; identidade cultural; Literatura; Cinema; Brasil; Angola

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Priscila Finger do Prado

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.